Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, BELO HORIZONTE, Mulher, Arte e cultura, Poesia!



Histórico
 26/10/2008 a 01/11/2008
 18/05/2008 a 24/05/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 10/12/2006 a 16/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 23/07/2006 a 29/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 05/06/2005 a 11/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 22/05/2005 a 28/05/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 08/05/2005 a 14/05/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005
 10/04/2005 a 16/04/2005
 03/04/2005 a 09/04/2005
 27/03/2005 a 02/04/2005
 20/03/2005 a 26/03/2005
 13/03/2005 a 19/03/2005
 06/03/2005 a 12/03/2005
 27/02/2005 a 05/03/2005
 20/02/2005 a 26/02/2005
 13/02/2005 a 19/02/2005
 23/01/2005 a 29/01/2005
 16/01/2005 a 22/01/2005
 09/01/2005 a 15/01/2005
 02/01/2005 a 08/01/2005
 26/12/2004 a 01/01/2005
 19/12/2004 a 25/12/2004
 12/12/2004 a 18/12/2004
 05/12/2004 a 11/12/2004
 28/11/2004 a 04/12/2004
 21/11/2004 a 27/11/2004
 14/11/2004 a 20/11/2004
 07/11/2004 a 13/11/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 24/10/2004 a 30/10/2004
 17/10/2004 a 23/10/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004
 03/10/2004 a 09/10/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 19/09/2004 a 25/09/2004
 12/09/2004 a 18/09/2004
 05/09/2004 a 11/09/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 22/08/2004 a 28/08/2004
 15/08/2004 a 21/08/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004
 01/08/2004 a 07/08/2004
 25/07/2004 a 31/07/2004
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004
 06/06/2004 a 12/06/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Canvas Galeria de Arte (você me encontra lá)
 Arquitetura, Interiores, Design (aqui vc me encontra também)
 A arte de Beth Almeida (essa sou eu)
 1000 Imagens
 allposters
 stock photos
 Aluisio Martins
 Ademir Bacca
 Adelaide Amorim
 Antonio Mariano
 André Ricardo Aguiar
 AbstractoConcreto (TCA)
 Antoniel Campos
 Alexandre Montenegro
 Ademir Assunção
 Anielle
 Jayme Barbarisi (arte pura)
 As cartas de Elise
 A arte de Luis Palma
 Bosco Sobreira
 Beatriz Galvão
 Baby Lónia
 Bené
 Claudio Carlos
 Claudio Eugênio
 Chacal
 Carlos Besen
 Correndo atrás do vento
 Concretismo (Fantastic!)
 Diovvani
 Diana-Dru
 Dona Estulticia
 Dora Vilela
 Dira Vieira (Voando pelo céu da boca)
 Digressiva Maria
 Ernesto
 Fal
 Fernanda D'Umbra
 Fabrício Carpinejar
 Flávio Machado
 Guiu
 Isabella Benicio
 Isabel Magalhães
 Ivana Leite
 JotaEffe
 Jeanete Ruaro
 Leila Lopes
 Lucinha Horta
 Lela
 Leiloca - fotoblog
 Linaldo Guedes
 Letras ao Acaso
 Luiz Alberto Machado
 Lau Siqueira
 Marconi Leal
 Márcia do Valle
  Márcio Hachmann
 Moacir Caetano
 Márcia Maia
 Márcio Scheel 2
 Marcelo Montenegro
 Márcio Scheel
 Moacy - Balaio Vermelho
 Márcia (Lendo e Sonhando)
 Manoel Carlos
 Mariza Lourenço
 Mirian
 Neusa
 Nora Borges
 Pretensões (de Cristiane)
 Patrício
 Quem tem medo de Baby Jane?
 Ricardo Wagner
 Saucius (?)
 Sidnei Schneider
 Valéria 2 (Sou o que sinto)
 Valéria (Pensar é um ato)
 Valéria Tarelho
 Xico Sá
 Weder Soares
 Zé do café
 Artes (com) Trastes e Traquinagens


 
Ponto Gê
 

 

conceitual

 

 

linda não sou eu

linda

é a vida

que vem de ti e me entorna

-         e o que possuis de mim

além das bordas

 



 Escrito por Geórgia às 09h47 [ ] [ envie esta mensagem ]



Cumprindo às indicações e não deixando a peteca cair, segue a corrente da Literatura Brasileira e meu abraço ao Manoel Carlos.    Ex-Libris da Tugosfera

 

Não podendo sair do Fahrenheid 451, que livro quererias ser?

Re: Poxa, um livro de Monteiro Lobato. Ah! Gostaria muitíssimooo de ser o livro do Norman Rockwell, A Classic Treasury

 

Já alguma vez ficaste apanhadinho(a) por algum personagem de ficção?

Re: Não. Sou tendenciosa a viver a realidade, com os pés cravados no chão. Nunca pensei ser um personagem de ficção. (Geórgia que o diga)

 

Qual foi o último livro que compraste?

Re: Compro em profusão! Toda a minha casa de porta-a-porta, é uma grande biblioteca. Às vezes mudo-os de lugar e tudo se renova. Comprei Invenção de Augusto de Campos.  Comprei Terceira Sede de Carpinejar e guardei debaixo do meu travesseiro, quase uma oração noturna

 

Qual o último livro que leste?

Re: Budapeste de Chico, que ganhei de presente.  Reli Mutações de Liv Ullmann e auto-biografia de Lee Iacocca Todos ao mesmo tempo, que é assim que eu gosto

 

Que livros estás a ler?

Re: A reler, digo eu. Poemas de Mário de Sá-Carneiro - pela décima vez, e Esfera de Antoniel Campos: – pela décima vez. Criatividade de Fayga Ostrower.

 

Que (5) livros levarias a uma ilha deserta?

1) Toda a obra do Pessoa. Toda!  2) Adélia Prado  3) Ana Luisa Amaral  4) Rubem Alves  5) Maiakóvski 

 (e a Galeria Delta da Pintura Universal)  

 

A quem vais passar este testemunho e porquê?

A Elise – amiga querida e pessoa rara

Antoniel Campos – pessoa especial de sensibilidade ímpar

Valéria Tarelho  -  poeta-à-flor-da-pele, que tem todos meus aplausos

Ilídio – eu o acho fantástico!

E se Márcio Scheel estivesse no ar, com certeza seria convocado! Sou sua fã.



 Escrito por Geórgia às 12h58 [ ] [ envie esta mensagem ]



‘’Eu de cabeça pra baixo no centro da minha consciência de mim’’ (FP)

 

Como desencantar os pássaros do arvoredo

fazer a lua dormir mais cedo

te entregar um coração desacelerado

e a morte indolente dos versos

que amanhecem em tua cama?

 

como voltar ao eixo

acertar o prumo da caligrafia

dos poemas que hão de vir

e desengasgar os pássaros que querem ir?

 

se só sei me despejar amanhecida em ti?

 



 Escrito por Geórgia às 21h33 [ ] [ envie esta mensagem ]



 

 

descosturando

 

Insônia é quando a alma ronca e os olhos vagueiam. Em insônia gosto do som de violinos, quando escuto fico nostálgica. Quando fico melodicamente nostálgica tenho por hábito conversar com a minha caixa de costuras, ou buscar os meus guardados. Eu tenho uma caixa redonda, dessas que guardavam chapéus, onde eu guardo alegrias e pedaços de amores pessoais e intransferíveis. Não é necessário ser uma longa e amorosa carta, basta que seja um bilhetinho, o papel que enrolava o chicletes de canela, a entrada para uma grande estréia teatral, o cartão magnético de um quarto de hotel, aquele torpedo enviado em última circunstância, a tampa do champagne que não estouramos, o testemunho da compra de flores, ou qualquer outra coisinha tão simples assim, de nós dois. Às vezes eu subo na cadeira nas pontas dos pés e silenciosamente retiro de cima do armário essas minhas confissões, feitas de retalhos de versos coloridos. Se eu alinhavasse um a um, teria, por  mérito, uma bela colcha para me aquecer e me enfeitar, mas prefiro espalhá-los em cima da mesa e deitar olhos de reprise sobre esses meus excessos, enquanto vou lustrando um a um, alvejando, expondo-os à sensibilidade do som dos acordes que ouço tão intimamente.  Meu maior medo é deixar que, em qualquer dia desprovido de sol, as minhas memórias-úmidas mofem. Meu maior medo é que assim, mofadas, não mais me façam companhia, deixando-me o tédio do desejo de ter desejos.

 

 



 Escrito por Geórgia às 10h03 [ ] [ envie esta mensagem ]